Super amendoim desenvolvido no IAC promete reduzir mau colesterol

Super amendoim desenvolvido no IAC promete reduzir mau colesterol

O Instituto Agronômico de Campinas desenvolveu um amendoim capaz de reduzir as taxas de triglicérides e o mau colesterol do sangue. A diferença em relação ao amendoim convencional é que este tipo do grão possui de 70% a 80% de ácido oleico, enquanto os demais têm entre 40% e 50%. O IAC desenvolveu quatro variedades com essas características. De acordo com Ignácio José de Godoy, pesquisador do IAC, esse resultado foi possível graças a melhorias genéticas. Ignácio explica que o super amendoim já está sendo comercializado em grande escala, apesar das indústrias ainda não terem se preocupado em criar um selo de identificação.

O amendoim convencional já é considerado um alimento funcional, por ser rico em proteínas, fibras e antioxidantes. Por isso essa melhoria genética potencializa ainda mais esses benefícios, de acordo com a nutricionista funcional , Mariana Silva de Campos. Apesar dos benefícios para a saúde, o amendoim é muito calórico, por isso, quem precisa controlar o peso não deve ser consumi-lo em excesso. Mariana também ressalta que o amendoim pode causar alergia em algumas pessoas. O Estado de São Paulo é responsável por produzir 90% do amendoim do Brasil, ou seja, em torno de 300 mil toneladas, e desta quantidade, 50% é exportado para principalmente Europa e países da Ásia.

Grupo Continente | Webgopher 2021 - Todos os direitos reservados.