Queridinha das dietas, a pasta de amendoim é rica em

Queridinha das dietas, a pasta de amendoim é rica em

Em época de festa junina, o amendoim é ingrediente certo em quitutes como pé-de-moleque, paçoca e canjica. A boa notícia é que a partir dele também saem receitas saudáveis e que colaboram com a dieta. A nova queridinha do momento é a pasta de amendoim.

Versátil, ela pode ser consumida com frutas, pão e tapioca, por exemplo. É usada, também, como substituta da manteiga e de outros laticínios. Para a nutróloga Amanda Weberling, o principal motivo da pasta ter caído no gosto das pessoas é o fato de ser saudável e ter um gosto bom.

“A pasta é feita do amendoim, que é rico em vitamina E e gordura insaturada, que é mais saudável. Além disso, muitos pacientes comentam que gostam do sabor, que é mais doce”, explica a especialista.

A vitamina E atua diretamente na saúde da pele. Já a gordura insaturada ajuda a elevar o índice de DHL, o famoso colesterol bom, no sangue.

Assim, a pasta é um alimento funcional, ou seja, além das funções nutricionais causa outros efeitos metabólicos e fisiológicos, que são positivos à saúde.

Mas é preciso ter cuidado. Apesar de poder ser consumida por qualquer pessoa, é necessário estar atento às porções. A nutróloga alerta que a pasta de amendoim, como tudo, deve ser consumida com moderação.

“Nada em excesso é bom, nem a pasta de amendoim, porque o amendoim é muito calórico. O ideal é que se consuma em pequenas quantidades e com a orientação de um profissional”, destaca Amanda, que explicou que, em geral, a porção ideal é uma colher de chá por dia.

Grupo Continente | Webgopher 2021 - Todos os direitos reservados.